Início Celebridades Guilherme de Pádua, assassino de Daniella Perez, 27 anos depois

Guilherme de Pádua, assassino de Daniella Perez, 27 anos depois

Como está o assassino da atriz Daniella Perez hoje em dia

354

O dia 28 de dezembro de 1992 ficará marcado para sempre na memória de Gloria Perez. Em suas redes sociais, a autora fez uma publicação recordando a fatídica data, que marcou a morte de sua filha, Daniella Perez. Com um depoimento emocionado, ela arrastou uma multidão de seguidores em oração, provocando uma corrente de mensagens de solidariedade.

Pelo Instagram, Gloria Perez postou um vídeo no qual Daniella Perez surge brincando com o seu cachorrinho de estimação, enquanto os dois dançavam agarradinhos. As imagens foram registradas em 1991, um ano antes do brutal assassinato que parou o país, e perpetua marcas que superaram o tempo e afligem a família.

Na legenda de sua publicação, a autora escreveu a seguinte mensagem: “28/12/1992, um dia que não pára de doer. Nossa casa já foi assim, só música, dança e alegria”. Seguidores famosos se emocionaram com a lembrança. Claudia Leitte escreveu nos comentários: “Que Deus te coloque, neste momento, sob suas asas e conforte teu coração, querida Gloria”.

Relembre o caso

Na referida data, o ator Guilherme de Pádua, que atuava ao lado de Daniella Perez na novela De Corpo e Alma, escrita pela mãe, Gloria Perez, sequestrou e esfaqueou a jovem, cometendo o crime com as próprias mãos, com a auxílio de sua esposa, Paula Thomaz.

O ator foi condenado a mais de 19 anos. Para a revolta da família, ele ficou pouco mais de seis meses na cadeia, e foi solto, nunca mais retornando à detenção. Hoje, Guilherme de Pádua, assassino da filha de Gloria PerezDaniella Perez, é pastor evangélico.